Chuva colabora para o desenvolvimento de grãos no Brasil

Posted by casadoagricultor 25/01/2018 0 Comment(s) Boletim do Agricultor,

De acordo com o 3º Levantamento da Safra de Grãos 2017/2018 divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra do período está estimada em 226,5 milhões de toneladas. Esse valor representa recuo de 4,7% em relação à safra passada, que foi de 237,7 milhões de toneladas (considerada um feito excepcional do setor agrícola brasileiro). No entanto, a expectativa é de comportamento igual ao de ciclos anteriores, aliado ao clima que favorece o bom desenvolvimento do cultivo.

 

 

De acordo com o meteorologista da Climatempo Alexandre Nascimento, a notícia é boa para os produtores de grãos do país. “Neste mês, a chuva deve ser regular no Sudeste e Centro-Oeste. No Sul e nos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, embora possa chover abaixo da média, os volumes de chuva ainda serão regulares”, afirma Nascimento.

 

 

O plantio das principais culturas já terminou. Ainda segundo a Conab, soja e milho continuam com a preferência do produtor, e respondem por cerca de 89% dos grãos produzidos do país. A soja deve alcançar 109,2 milhões de toneladas contra 114,1 milhões do último período. Já a expectativa para o milho total é de 92,2 milhões, contra 97,8 milhões de toneladas distribuídos entre primeira e segunda safras no período 2016/2017. A primeira safra pode alcançar números menores no ciclo atual e ficar em 25 milhões de toneladas, enquanto a segunda pode alcançar 67,2 milhões, chegando bem próximo ao registro da produção passada, de 67,4 milhões. Por outro lado, o algodão em pluma deve alcançar 1,7 milhão de toneladas, com aumento de 10,5% na produção e de 11% na área, marcando números próximos a mil hectares.

 

 

No caso da área total plantada, favorecida pelo aumento do plantio de algodão e principalmente da soja, estima-se um aumento de 0,9%, podendo chegar a 61,5 milhões de hectares. A soja deve ter uma elevação média de 3,1%, podendo alcançar 35 milhões de hectares - aumento de 1 milhão de hectares frente a 2016/2017. Já a área do milho primeira safra deve diminuir 9,6%, o que vai refletir na área total da cultura, estimada em uma redução de 528 mil hectares.

 

 

 

Fonte: https://goo.gl/8bTYWf.

Leave a Comment